Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mesmo sítio de sempre.

mesmo sítio de sempre.

no lugar mais belo do mundo.

20150530_170419.jpg

 Nos últimos dias, andei triste com o L. devido a uns problemas que temos tido. Nesses momentos faltam-me sempre as forças para o que quer que seja. Há vezes onde falo logo tudo, outras, em que tardo a falar, como nesta última e onde o meu estado de espírito acaba por arrastar-se por uns dias.

Ontem já passava da uma da manhã quando decidi falar. Disse tudo o que queria e tudo o que tive em mente nos últimos dias. Foi bom falar e resultou.

Hoje fomos almoçar e ele decidiu que íamos passear, perguntou-me onde queria ir. Eu digo quase sempre que não sei. Não porque não tenha na ideia algum sítio que queira ir, mas porque, geralmente, quando algum sítio me ocorre penso sempre que é longe ou já é tarde ou talvez não seja o melhor dia. Ele disse para irmos ao castelo de S. Jorge, e eu concordei. 

Quando entrámos no carro e nos preparávamos para ir, disse que não me estava a apetecer estar em Lisboa. Raramente digo que não tão em cima da hora, mas hoje disse. Apetecia-me algo calmo. Ele perguntou qual era o lugar que me apetecia mesmo mesmo ir. Eu disse que queria ir à Arrábida. 

Levou-me até casa para irmos buscar toalhas e fato de banho e fomos. 

Eu acho que este será sempre um dos sítios mais bonitos que existem. É lindo de mais para, enquanto lá estamos, pensarmos em alguma coisa que não seja boa. 

Andámos muito na praia e já longe do sítio por onde chegámos encontrámos um sítio, numas rochas por onde não passava ninguém. Deitei-me na areia enquanto contemplava o azul do céu e o do mar, ele deitou-se ao meu lado e ficamos ali muito tempo. Foi aí, nesse momento, que percebi que foi naquele local que inventaram a palavra paraíso. Que não conheci, até hoje, algum lugar melhor que aquele. Mais sereno, mais inspirador, mais simples, mais puro e mais feliz. 

Na verdade eu já ali tinha estado antes, mas nunca com ele, mas hoje pareceu-me muito melhor.

Eu sei que ontem estive triste e talvez a vida precise mesmo de nos dar esses momentos. Não para darmos mais valor aos dias bons mas para, nos tristes, percebermos que amanhã poderemos estar no lugar mais belo do mundo. 

E esse lugar não é a Arrábida. Esse lugar é ao lado dele. 

vai começar.

O meu último estágio desta etapa trienal vai começar em cerca de duas semanas. Já sei o local. 

Vai ser duro, muito, e eu só tenho de me concentrar em fazer o melhor que posso e que sei. 

O ano passado tive uma péssima experiência num hotel de renome. A verdade é que, por mais que os hotéis tenham cinco estrelas e sejam incrivelmente luxuosos, dentro na cozinha não há grandes mordomias nem (infelizmente) grande educação e respeito. 

Há uns dias atrás, quando soube o meu local de estágio, fiquei preocupada por novamente a escola me encaminhar para um hotel de topo. Fiquei confusa e ao mesmo tempo, triste. Fez-me andar um ano para trás e rever tudo aquilo que passei durante aqueles dois meses. Foi terrível e não estou disposta a passar por algo parecido. Tive medo e rejeitei inicialmente, mas depois pensei que ao menos, por pior que possa ser no final do dia vou ter sempre os meus pais, a minha família, o meu namorado e a minha cama para me ampararem. O ano passado o estágio era longe e tive de ficar fora nesse tempo, felizmente este ano fiquei na capital o que é ótimo para mim estar perto de casa e ainda por cima, o hotel ficar na mesma zona da universidade do L.

Eu sei que há quem inveje estes dois grandes nomes do meu currículo e até há quem desejasse ter estas experiências. Nesse aspeto fico triste comigo própria por dispensar tudo isto. Se calhar há pouca gente com a sorte que eu tenho, embora eu já não considere isto sorte.

Disseram que as escolhas não são em vão e que se foi a mim que escolheram para estes sítios foi por algum motivo. Eu não consigo agradecer e talvez devesse. Mas não consigo. 

Eu espero que este ano seja diferente. Que possa aprender, que possa crescer mas sobretudo, espero que esta experiência me dê novo esperança. Não em mim, mas nas pessoas.

Quero ter esperança de que ainda há, neste mundo de loucos, pessoas. No verdadeiro sentido da palavra.

o melhor da vida.

Hoje acordei ao meio-dia com o L. a telefonar-me: Amor vamos à praia?? Penso que não acordava tão entusiasmada à muuuito tempo. Tenho andado preocupada com o estágio e estava mesmo a precisar de um dia assim. Hoje, em Cascais, sentada com o L onde só existia um oceano extenso à nossa frente, pensei que de facto, não pode haver nada melhor no mundo. Termos alguém que amamos com quem partilhar a vida. Eu sei que sou abençoada, por tudo o que tenho e sempre tive até aqui. Só posso agradecer, não sei a quem, mas tenho. Muito grata pela vida que tenho.

Só para constar,

 

11164821_10205258993089228_2044194115537466909_n.j

 O meu clube do coração sagrou-se ontem bicampeão!!! Enorme orgulho para mim, benfiquista ferrenha desde sempre, sócia e presença normal no estádio da luz. Incrível todas emoções que o benfica me proporcionou ao longo dos anos e continua a proporcionar. Há muita gente que não liga ao futebol mas torce por um clube, eu sou daquelas que vive inteiramente o meu clube e estou aqui nos bons e nos maus momentos, como já tivemos no passado. Às vezes digo que gostava de ver o Benfica no topo da Europa, no final de uma Champions, e gostava, mas é difícil para um clube português fazê-lo, tendo de competir com equipas cheias de estrelas e de grandes jogadores. Eu continuo a dizer que gostava de ver o Benfica nessas andanças, mas só se continuarmos como fomos sempre até aqui. Uma equipa sem grandes estrelas mas unida que consiga alcançar esses objetivos. O Benfica será sempre o clube do povo, para nós não nos interessa se estamos no topo do mundo se depois, em contrapartida, eles aumentam as cotas aos sócios e o preço dos bilhetes e as pessoas já não conseguem ir ao estádio. Não nos interessa que estejam no topo do mundo se depois no final,  os jogadores não puderem estar perto dos adeptos a festejar com eles. 

É um 34 com um sabor especial, e espero que na próxima temporada possamos festejar isto e mais conquistas. 
Benfica sempre!

 

lembrete.

Não tenho dito muita coisa porque acho que tenho andado ocupada a viver. Fui à varanda, está uma madrugada fria. Depois lembro-me que por mais que corra haverá sempre, em algum dia, o vento a bater-me na cara para me obrigar a parar e pensar. Devia de agradecer mais vezes, digo a mim própria. À vida, a Deus ou ao universo. A minha vida tem sido incrível, e as pessoas raramete se lembram de agradecer por isso.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D