Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mesmo sítio de sempre.

mesmo sítio de sempre.

a diferença. #2

Eu: Quando me conheces-te, nem olhavas para mim.
L: Quando te conheci, não sei. Aqueles almoços nós os dois... Eras uma boa amiga, mas eu falava do que gostava, e tu do que gostavas, não tínhamos nada em comum. Era como se não houvesse nada. Os interesses não eram os mesmos, as conversas...

Eu: Não tenho nada para gostar... Essa doeu.

L: Não, os interesses é que não coincidiam.
Eu: E o que é que mudou? O que nos levou até aqui?
L: Não sei. Isto de continuar a ser difícil de explicar. E de amar tanto uma pessoa com a qual não tenho quase nada em comum.

Talvez seja isto, na verdade, o amor. Será?

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D