Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

mesmo sítio de sempre.

mesmo sítio de sempre.

o medo que a felicidade me trás.

Já me aconteceu várias vezes na minha vida ter medo quando estou mais feliz.

Como se o facto de estar muito feliz aumentasse a probabilidade de acontecer um desastre e estragar tudo, deitando por terra todo o meu sentimento e o meu bem-estar.

Ontem tive um dia absolutamente fantástico. Custou-me muito a adormecer, estava com medo. Estava com o medo que a felicidade trás.

Foi a minha festa dos 20 anos. Estava cá quase toda a gente. Faltou só o D. que anda triste e pediu-me desculpa por não querer vir, eu respeitei. Ele nunca me falhou nesta vida, e se não veio ontem foi porque não estava mesmo com disposição para se divertir. Faltou a R e o R. que estão longe e o Zé e a A. que estão em Inglaterra. De resto, estava cá toda a gente importante na minha vida.

E foi incrível poder juntar toda a gente, mesmo que muitos não se conhecessem. 

Tenho a sorte de viver numa casa grande, onde existem inúmeras coisas para fazer. Uns jogavam snooker, outros ping-pong, outros cantavam no karaoke e outros jogavam consola. Tenho a certeza que todos se divertiram tanto ou mais do que eu.

A comida estava fantástica e foi toda feita por mim, pelos meus pais e pelo C. que veio às 8h da manhã de uma cidade a 80km de distância só para fazer o meu bolo de aniversário e ajudar a fazer o almoço.

Nunca acreditei que nas pessoas que dizem que felicidade são momentos, porque todos os dias me sinto muito feliz e abençoada pela vida que tenho. Mas nem todos os dias nos deitamos de coração completamente cheio e a transbordar, como me deitei ontem.

Vai ser difícil igualar este dia durante o ano de 2016, mas sempre que me sentir em baixo vou recordá-lo, para não me esquecer que tenho pessoas que me adoram todos os dias ao meu lado.

Costumo de agradecer a Deus ou ao Universo sempre que me sinto assim. Ontem agradeci muito, perguntei-me o que poderei eu fazer para agradecer a vida que levo. Em dois segundos encontrei a resposta.

Acho que só tenho de continuar a ser a pessoa que sou. Cada vez com mais vontade de contribuir para um mundo melhor.

E que possa ter este medo todos os dias da minha vida.

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D